Informações da página

Você está em: Página Inicial > Comunicação > Notícias

Início do conteúdo

Três trabalhos de pesquisa são premiados na maior feira de ciência e tecnologia da América do Sul

Campus Osório foi representado por estudantes na Mostratec

 

Cinco projetos de pesquisa desenvolvidos por estudantes do Campus Osório foram apresentados na 30ª Mostra Brasileira e Internacional de Ciência e Tecnologia - Mostratec, realizada em Novo Hamburgo, de 27 a 30 de outubro de 2015, pela Fundação Liberato. Três deles receberam premiações por serem destaques nas suas áreas de estudo, além de credenciamento para eventos científicos nacionais e internacionais.

Com o trabalho 'Palmeira Juçara: Aproveitamento integral do fruto como alternativa de preservação ambiental e promoção de impactos econômicos e sociais positivos', orientado pela professora de Panificação Flávia Twardowski, os alunos Maria Eduarda Santos de Almeida e João Vitor Kingeski Ferri conquistaram o 3° lugar na área 'Gerenciamento do Meio Ambiente' e o credenciamento para apresentar a pesquisa na I-SWEEEP, evento científico que acontece nos Estados Unidos, em Houston, Estado do Texas, de 26 de abril a 1º de maio de 2016. O projeto proporciona às famílias, que moram junto a área de Mata Atlântica no litoral Norte do Rio Grande do Sul, conhecimentos para utilização da casca e do caroço do fruto da palmeira Juçara (Euterpe edulis Martius). A casca é transformada em farinha e utilizada como complemento em produtos de panificação, enquanto o caroço (95% do resíduo) vira carvão ativado para aplicação na filtragem da água, uma vez que grande parte dessas populações rurais da região não conta com serviços de tratamento de água e esgoto.

A pesquisa 'Homeopatia: Benefícios versus Desinformação', desenvolvida pelo aluno Pedro Otávio Ferri Burgel, ficou com o 4° lugar na área 'Medicina e Saúde', ganhou o Prêmio Abric de Destaque de Excelência em Ciências e foi credenciado para participar da 'Feria Mexicana de Ciencias Ingeníerias', que será realizada no México, em setembro de 2016. A pesquisa, orientada pela professora de Biologia Heloisa Bressan Gonçalves, com co-orientação das docentes Aline Silva de Bona (de Matemática) e Carolina Trindade (de Química), desmitifica a prática apresentando-a como parte integrativa da medicina, uma vez que promove a cura dos sintomas, só que de maneira diferente: pela harmonização da energia do indivíduo, com a vantagem de não apresentar os conhecidos efeitos colaterais provocados pelos remédios tradicionais. Além disso, traz o entendimento do motivo pelo qual os medicamentos homeopáticos não fazem parte do Sistema Público de Saúde (Sus).

Com o título 'Utilização do mexilhão dourado na produção de argamassa', a estudante Brenda Brambilla garantiu o 4° lugar na área 'Engenharia de Materiais' e o credenciamento para a Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia, a Fenecit, que acontece de 22 a 26 de setembro de 2016 em Recife/Pernambuco. O projeto, também orientado pela professora Flávia Twardowski, propõe a substituição da areia pela concha da praga trazida há mais de 12 anos da Ásia, e que vem causando impactos ambientais devido a sua grande proliferação, sendo facilmente encontrada nas lagoas da região.

Também participaram do evento os estudantes Wellington Espíndula, com o trabalho 'Identificação de Usuários para deficientes visuais: O uso do kinect para criar um método de autenticação seguro e acessível', orientado pelo professor de Informática Timóteo Lange, e Larissa Giacomelli e Nicole Ribeiro, com a pesquisa 'Produção de um complemento alimentar de batata doce (Ipomoea batatas) no auxílio da prevenção do câncer de cólon', conduzida pela professora Flávia Twardowski. O primeiro desenvolve um mecanismo para criação de senhas feito com base no estudo do comportamento de usuários enquanto o segundo produziu um complemento alimentar com alto índice de polifenóis e fibras, que auxiliam na prevenção da doença.

Para a professora Flávia, que participa do evento com seus orientados pelo quinto ano consecutivo, a experiência de estar e viver a Mostratec é por si só transformadora: "Eles amam a experiência! E não é para menos, pois as trocas que vivem são incríveis. Seus corações e mentes explodem frente a novas ideias e conhecimentos obtidos, seja pelo trabalho de outros alunos ou participando das oficinas oferecidas durante o evento".

O estudante Pedro confirma as colocações, cheio de entusiasmo: "A feira é muito maior do que eu imaginava. São pessoas de diversos lugares do Brasil e de vários países do mundo, com experiências de vida bem diferentes! Podemos conhecer muitas culturas e trocar conhecimentos que serão muito ricos para aprimorar ainda mais a nossa pesquisa. Aprendi muito com os participantes e, principalmente, com os avaliadores, que nos dão um ótimo retorno".

A Mostratec é considerada a maior feira de ciência e tecnologia da América do Sul. Reúne jovens cientistas com idade entre 14 e 20 anos, do Ensino Médio e da educação profissional de nível técnico, para a apresentação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano. Nesta edição da feira, foram apresentados cerca de 400 projetos, distribuídos em 13 diferentes áreas. A Feira promove integração entre as instituições de ensino, a pesquisa e o meio empresarial, possibilitando o desenvolvimento, a aplicação e a divulgação de novas tecnologias.

 

Galeria

Estudante Pedro foi reconhecido com três premiações Estudante Brenda teve seu trabalho reconhecido

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Câmpus Osório

Rua Santos Dumont, 2127 | Bairro Albatroz | CEP: 95520-000 | Osório/RS

E-mail: comunicacao@osorio.ifrs.edu.br | Telefone: (51) 3601-3500 das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min. Nos demais horários, o contato deve ser feito pelo telefone e e-mail dos setores.